Tráfico de fósseis brasileiros: o caso da serpente de 4 patas (parte I)

11_Reportagem Fósseis

Os fósseis encontrados no Brasil são patrimônio da União, portanto não é permitido comercializar nem mesmo guardar fósseis numa propriedade privada. Mas não são poucos os que aparecem em revistas científicas ou museus do exterior rendendo status acadêmico com suspeitas de que saíram ilegalmente do país, como o caso recente de um fóssil de uma serpente de 4 patas.

Descrito na revista Science de julho, por uma equipe alemã, o fóssil foi encontrado na região do Araripe, no Ceará e agora o caso está sendo investigado para saber como o fóssil foi parar no exterior.

Saiba a opinião de especialistas sobre as leis brasileiras que visam combater o tráfico de fósseis brasileiros. Para ouvir, clique no player acima.

Reportagem de Patrícia Santos.

Foto: Dave Martill/University of Portsmouth

Ouça também a segunda parte da reportagem:
Tráfico de fósseis brasileiros: desafios e caminhos (parte II)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *