Seria o Scielo uma “favela de publicações”?

“O SciELO é uma favela de publicações”. Em tradução livre, esse foi o título do post publicado em 30 de julho por Jeffrey Beall, bibliotecário da universidade do Colorado, nos Estados Unidos e conhecido por fazer listas sobre periódicos e editoras de qualidade duvidosa conhecidos como predatórios.

Em seu texto, ele defende que publicações em acesso aberto são pouco conhecidas e têm pouco valor, sendo favelas na vizinhança da comunicação científica. Enquanto editoras comerciais são mais eficazes em distribuir e indexar seus conteúdos, sendo, portanto “bairros agradáveis”.

O texto do bibliotecário foi considerado preconceituoso e desinformado por usuários do acesso aberto e editores científicos. Dominique Babini, coordenadora do programa de acesso aberto do Conselho Latino Americano de Ciências Sociais, questiona Beall por parecer não considerar o acesso de outros leitores que não sejam norte-americanos para as revistas indexadas nessas plataformas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *