Pessoas com melhor qualidade de vida têm cérebros mais conectados

Estudo publicado na Nature Neuroscience, realizado por um grupo de cientistas dos Estados Unidos e Reino Unido, comparou o cérebro de 261 indivíduos com 280 medidas comportamentais e demográficas desses mesmos indivíduos. Pessoas com características que podem ser consideradas mais positivas, como educação mais elevada maior resistência física, melhor memória, melhor desempenho em teste de inteligência ou maior satisfação com a vida apresentaram melhor padrão de vida com alta conectividade entre suas partes.

Texto de Roberto Takata e locução de Fernanda Grael.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *