Oxidoc: Dados em jogo

Em 28 de setembro de 2018, dia em que o roteiro deste Oxidoc começou a ser escrito, os jornais anunciavam que um ataque hacker teria atingido 50 milhões de usuários do Facebook. Boa parte dessas pessoas ficou apavorada ao saber que seus dados pessoais e suas conversas privadas estavam em risco. Mas esse foi apenas um dos tantos sinais que há tempos nos indicam: nas redes, estamos vulneráveis e todos fazemos parte de um grande sistema de circulação e extração de dados.

No Oxidoc Dados em jogo, a repórter Beatriz Guimarães conversa com dois integrantes do grupo de pesquisa Informação, Comunicação, Tecnologia e Sociedade, sediado no Labjor/Unicamp, para entender como funciona a extração de dados, quem está por trás desse jogo, onde todos nós estamos nesse tabuleiro e quais são as possibilidades de resistência à essa vigilância que envolve tudo e todos. Os entrevistados são Marta Kanashiro e Leonardo Cruz.

Marta Kanashiro é uma cientista social que investiga diferentes aspectos da relação entre a sociedade e as tecnologias, com foco justamente nas formas pelas quais somos vigiados e capitalizados nesta era da internet. Ela é pesquisadora do Labjor/Unicamp e integra a Lavits, a Rede Latino-Americana de Estudos sobre Vigilância, Tecnologia e Sociedade. Para a Marta, a vigilância ainda é pouco questionada, muitas vezes ainda vista como paranóia ou fruto de teorias da conspiração. Depois de muito tempo pesquisando as relações de poder escondidas por trás da vigilância, ela decidiu partir para um outro olhar dentro desse mesmo cenário: as resistências cotidianas (ou microrresistências) e as relações de aliança que podem ser abertas com as máquinas.

Leonardo Cruz também é cientista social. Ele terminou recentemente um pós-doutorado no Labjor/Unicamp e agora é professor da Universidade Federal do Pará. Na pesquisa de pós-doutorado, ele investigou os efeitos e as consequências de um acordo firmado entre algumas universidades públicas brasileiras e o Google Suite for Education, que é um conjunto de aplicativos e serviços da Google para o ensino. Ele buscou entender como se deram as discussões que resultaram nessa parceria – imaginariamente gratuita – que acabou capitalizando os dados de estudantes e funcionários dessas instituições.

O radiodocumentário faz parte do projeto Narrando ciências, linguagens e comunicações, que tem o objetivo de divulgar as pesquisas do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) e do Laboratório de Estudos Urbanos (Labeurb). Os dois laboratórios fazem parte do Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (Nudecri) da Unicamp. O projeto é financiado pela FAPESP, por meio do programa Mídia Ciência.

Este episódio também está disponível em apps agregadores como iTunes, CastBox e PocketCast.

Produção, gravação e edição: Beatriz Guimarães.

 

Material relacionado:

Entrevista com Ernesto Oroza: https://www.youtube.com/watch?v=v-XS4aueDUg

Instruções para Faraday bag: https://www.youtube.com/watch?v=CLfEGA5PACA

 

Créditos de trilha sonora:

Kool Kats by Kevin MacLeod is licensed under a Creative Commons Attribution license (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/)

Source: http://incompetech.com/music/royalty-free/index.html?isrc=USUAN1100601

Artist: http://incompetech.com/

 

Drums of the Deep by Kevin MacLeod is licensed under a Creative Commons Attribution license (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/)

Source: http://incompetech.com/music/royalty-free/index.html?isrc=USUAN1400021

Artist: http://incompetech.com/

 

Granite Blocks by GR3AVE5Y is licensed under a Creative Commons Attribution license (https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/)

Source: https://freesound.org/people/GR3AVE5Y/sounds/120828/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *