Japão toma medidas que afetam cursos de universitários de humanas

O ministro da educação do Japão, Hakuban Shimomura, solicitou que universidades nacionais japonesas “tomem providências para abolir as organizações de ciências sociais e humanidades ou convertê-las de modo a servir melhor as necessidades da sociedade”.

Das 86 universidades que receberam a carta, 26 confirmaram que deverão fechar os cursos e faculdades ou reduzir o pessoal para se adequarem às ordens do governo.

Vários reitores de outras universidades protestaram e classificaram o decreto como um ato de anti-intelectualismo.

Texto de Roberto Takata. Locução de Fernanda Grael.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *