Facebook lança patente | Trabalho no judiciário | Hiperautoria

Nota 1: Facebook lança patente

No início de agosto, o Facebook patenteou uma tecnologia que permitiria analisar se o usuário da rede social seria um bom credor ou não. Essa análise seria feita com base na avaliação de pessoas do círculo social dos usuários. Inicialmente, a patente descreve uma tecnologia que rastreia como os usuários estão conectados na rede e que servirá para inibir o envio de mensagens de spams; porém, um trecho acabou repercutindo na web. Compreenda este caso conferindo esta matéria na íntegra!

 

Nota 2: Trabalho no judiciário

Acúmulo de atividades e estrutura física inadequada no Poder Judiciário podem provocar adoecimento dos trabalhadores e morosidade no setor. Esse é um dos resultados da pesquisa de Lívia Fernandes, publicada na última edição da revista Psicologia USP. O estudo envolveu mais de cinco mil funcionários de Tribunais Regionais Federais em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e Recife. Eles responderam de forma voluntária a um inventário que aponta fatores no ambiente de trabalho que podem contribuir para uma qualidade de vida ou o adoecimento dos trabalhadores.

Em uma percepção global, o índice de “Qualidade de Vida no Trabalho” teve uma média de 6.28 em uma escala de 0 a 10. Isso indica uma melhora em relação a estudos anteriores, mas ainda há fatores negativos.

Entre as principais queixas estão o mobiliário inadequado, o acúmulo de atividades, a falta de autonomia e a pressão por resultados.

 

Nota 3: Hiperautoria

Há artigos científicos com um grande número de autores, alguns na casa de MILHARES de nomes. “Será que todos contribuíram para o trabalho?” perguntam os críticos.

Em maio deste ano foi publicado um estudo sobre medição da massa de bósons de Higgs na revista Physicall Reviews Letters. O trabalho chamou a atenção de várias pessoas fora da área de física de partículas. Mas não por causa de seus resultados. O artigo é assinado por nada menos do que 5.154 autores. Foram necessárias 24 páginas para listar os pesquisadores.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *