Evento aborda a cultura matemática, diagnósticos e perspectivas

No último 16 de maio, aconteceu na USP o encontro “Cultura Matemática: diagnósticos e perspectivas”, promovido pelo Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Neuromatemática, o CEPID NeuroMat.

Segundo o professor doutor Fernando Paixão, coordenador de difusão científica do Neuromat e um dos organizadores do encontro, o objetivo foi debater sobre a cultura matemática, em especial no Ensino Básico.

O professor destaca que o termo “cultura” traz múltiplos significados; mas nesse contexto se refere aos hábitos e às capacidades adquiridas referentes à matemática. No Ensino Fundamental estariam os principais problemas em relação à cultura matemática, afirma Paixão. As dificuldades enfrentadas posteriormente são resultados das dificuldades que têm origem no Ensino Fundamental, segundo ele.

No encontro, foram realizadas discussões sobre o ensino de matemática, as avaliações, como o PISA e a Prova Brasil, e as Olimpíadas de Matemática. Além disso, a formação de professores de matemática, como o Profmat, a valorização do profissional e propostas de melhorias para a formação matemática no país também estiveram na pauta do debate.

Fernando Paixão pontua que, no cenário educacional brasileiro, é grande a porcentagem de jovens com pouco interesse pela matemática. Por isso, é importante promover eventos de divulgação na área.

“Cultura Matemática: diagnósticos e perspectivas” teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, a FAPESP, e da Faculdade de Educação da USP, a FEUSP.

O evento é umas das primeiras ações em São Paulo no contexto do Biênio da Matemática 2016-2017. O Neuromat, no decorrer do Biênio, pretende realizar outros encontros para debater assuntos ligados à matemática.  

Matéria de Carol Gama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *