Criminalidade cai no horário de verão

Autores de um estudo publicado na edição de outubro da The Review of Economics and Statistics analisaram as estatísticas de crimes como roubo, estupro e homicídio nos Estados Unidos ao longo do ano entre 2005 e 2008.

No ano de 2007 o Congresso americano fez estender o período de horário verão em um mês: três semanas na primavera e uma no outono; assim, os cientistas puderam isolar o efeito da luz do dia sobre a criminalidade. Com o início do horário de verão na primavera, os roubos caíram 7% em média. A queda chegou a 27% no horário do início da noite, quando ainda era claro.

Como a maioria dos crimes de rua são cometidos entre 5h da tarde e 8h da noite, adiantar o relógio em uma hora fez com que esses horários se passassem em um período em que ainda havia claridade natural, dificultando que os criminosos pudessem abordar as vítimas de surpresa.

Matéria de Roberto Takata e locução de Fernanda Grael.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *