#76 Oxilab: Aves que comem de tudo: um ralo na evolução

Você sabia que há cerca de 10 mil espécies de aves na natureza? Imagine a diversidade de formas, cores e cantos que existem desde um bem-te-vi até uma harpia. São muitas possibilidades, não é? E tudo isso é fruto de um processo bastante intricado: a evolução biológica. Um aspecto muito interessante da evolução das aves é a dieta.

Como a evolução pode ter levado ao surgimento de algumas aves que dependem exclusivamente de frutos, néctar e outros vegetais, e de outras que caçam outras aves e pequenos mamíferos? Quais são as vantagens de se comer de tudo neste grupo animal? Como dieta e evolução se afetam mutuamente?

No episódio de hoje, o biólogo Gustavo Burin, do Programa de Pós-graduação em Ecologia da USP, vem discutir estas questões.

O episódio foi produzido por Luanne Caires, com apresentação de Bruno Moraes e coordenação de Simone Pallone. Os responsáveis pelos trabalhos técnicos são Octávio Augusto, da Rádio Unicamp, e Gustavo Campos.

Deixe um comentário contando para a gente o que achou do episódio. Você pode mandar sugestões também pelo Twitter (@oxigenio_news), Instagram (@oxigeniopodcast) e Facebook (/oxigenionoticias). Se preferir, mande um e-mail para oxigenionoticias@gmail.com.

Músicas:


“Rainforest ambience” ou “Sunny day”. Trilha em domínio público disponível SoundBible.com.

“Future Proof”, by South London HiFi. Disponível Youtube Audio Library. 

Renegade Jubillee, by The Whole Other. Disponível Youtube Audio Library. 

Beginnings, by Unicorn Heads. Disponível Youtube Audio Library. 

 

Imagem: 

Aves: Shutterstock

Filogenia: Gustavo Burin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *