70 anos da bomba atômica

Eram 8h15 da manhã no dia 06 de agosto de 1945, quando a bomba de urânio, “Little Boy”, foi lançada pelas Forças Armadas dos Estados Unidos em Hiroshima, no Japão. Três dias depois, a bomba nuclear de plutônio, “Fat Man”, foi lançada em Nagasaki, outra cidade japonesa.

O ato marcou a história mundial e repercute até os dias de hoje.

O plano inicial era lançar as bombas na Alemanha, mas com a rendição dos alemães em maio de 1945, as bombas foram usadas no Japão. As cidades pré-selecionadas para os bombardeios foram Hiroshima, Kokura, Kioto e Niigata. Kioto foi substituída por Nagasaki por ter importância histórica e religiosa. Já Nagasaki, só foi atingida porque a cidade de Kokura tinha baixa visibilidade no dia do ataque (o que trouxe a expressão japonesa “Sorte de Kokura”). O ataque matou entre 130 e 220 mil pessoas no total. Japão e Estados Unidos Japão e Estados Unidos nunca chegaram  a um consenso sobre o número exato.

Setenta anos após a primeira explosão, o relatório da Cruz Vermelha destaca que os sobreviventes continuam sofrendo com o impacto psicológico, além de uma alta incidência de leucemia e outros tipos de câncer. Os descendentes também podem sofrer com problemas de saúde, se a radiação tiver contaminado os genes dos sobreviventes.

Ouça esta matéria na íntegra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *